sexta-feira, 12 de maio de 2017

Goiânia realiza Festival de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero em junho



O II Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexuale de Gênero de Goiás (Digo) ocorre de 1 a 4 de junho de 2017 em Goiânia (GO) no Centro Cultural da Universidade Federal de Goiás, na Av. Universitária, 1533 Setor Leste Universitário.

O Digo é um festival de filmes que tem por objetivo estimular e promover a conscientização do público quanto ao respeito integral a direitos humanos e inclusão das minorias. 

O projeto articula audiovisual, educação e tecnologias para ampliar o universo da expressão e da percepção estética da diversidade brasileira, propondo abordar não só a sexualidade, mas incorporar o sentido da realidade do ser humano e suas nuances. Assim, iremos promover as questões relacionadas a diversidade sexual, com foco sempre no respeito integral.



quinta-feira, 11 de maio de 2017

Ipea lança livro "Brasil 2035"


O instituto de Pesquisa Aplicada – Ipea lança o livro “Brasil 2035" no próximo dia 6 de junho, em seu auditório em Brasília.

A partir das 9h da manhã, o dia será reservado para o debate do futuro do País, por meio de apresentações e debates a respeito dos principais resultados do projeto Brasil 2035.

O projeto tem por objetivo Identificar elementos que subsidiem a formulação de estratégias de desenvolvimento para o Brasil” ao responder por meio da construção e análise de quatro cenários (“Vai levando”, “Crescer é o lema”, “Novo pacto social” e“Construção) a seguinte questão: Que caminho o Brasil poderá trilhar até 2035 para que tenhamos um país desenvolvido, com uma sociedade mais livre, justa e solidária em 2100?”

O Projeto contou com a participação de 30 instituições parcerias e cerca de 880 especialistas, que participaram de suas diversas fases ao longo do ano de 2016.

Subprodutos do projeto podem ser encontrados na Plataforma Brasil 2100:construindo hoje o país de amanhã.


E-book do Knight Center “Jornalismo Inovador na América Latina” já está disponível em português

Jornalismo Inovador na América Latina", o novo e-book gratuito do Centro Knight, está disponível agoraem inglês e português.
Esta nova publicação, disponível gratuitamente na biblioteca digital do Centro Knight, compila todos os artigos da série "Jornalismo Inovador na América Latina", publicados no blog do Centro Knight entre dezembro de 2016 e abril de 2017. O livro também inclui vários guias rápidos, nos quais diferentesespecialistas oferecem conselhos práticos para melhorar a atividade jornalística on-line.
Fabiola Torres López, co-fundadora e editora do Ojo Público, do Peru, dá conselhos sobre como criar uma equipe bem sucedida de jornalismo de dadosAndré Monteiro, jornalista de dados da Folha de S. Paulo, orienta os meios de comunicação e os jornalistas sobre como aumentar o seu público-alvo. O videojornalista e produtor multimídia Jorge Villalpando Castro oferece dicas para a produção e a distribuição de vídeos online. Pablo Fernández Delkader, parte do departamento de Inovação e Desenvolvemento de Produtos da PRISA Radio, guia jornalistas no passo a passo do lançamento de um podcast. O fellow ICFJ Knight Jorge Luis Sierra discute segurança digital e como proteger seu site contra hackers.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Vaga de Jornalista no Distrito Federal


SOMA DESENVOLVIMENTO contrata jornalista em Brasília.

Formação: Superior Completo em Jornalismo ou Comunicação Organizacional. 

Experiência: Redação jornalística, produção de texto para internet, editoração de publicações, cobertura de eventos, administração de redes sociais, boas noções de fotografia.

Conhecimento: Gramática, redação e revisão de textos, Pacote Office, Internet, Corel Draw, noções de Page Maker, Photoshop. Disponibilidade para viagens eventuais.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Grupo CDI tem vagas para analista de comunicação sênior: São Paulo (SP)


O Grupo CDI seleciona Analista de Comunicação com experiência em agência de comunicação corporativa e conhecimentos com clientes na área de varejo.
Enviar CV com pretensão salarial com a sigla VAREJO para rh@cdicom.com.br.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Record é condenada a indenizar jornalista demitido por justa causa


A Record TV de Minais Gerais foi condenada a indenizar o jornalista e editor João Lucas Salgado Machado, que foi demitido em março de 2016 por justa causa. A juíza responsável pelo caso levou em consideração que o profissional desempenhava bem suas funções e que o ambiente de trabalho na redação da emissora “era estranho”. As informações são do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG).
De acordo com as informações da entidade, o jornalista foi dispensado por justa causa depois de 13 anos de empresa. A causa teria sido uma discussão e falta de respeito com o chefe. A situação, entretanto, não lhe rendeu nenhum tipo de suspensão. A juíza ainda observou a afirmação da advogada da Record, que disse que o editor “desempenhava suas atividades de forma primorosa, sendo referencial para seus colegas”.
Sobre a briga que teria motivado a demissão, a juíza achou estranho que no ambiente de redação as pessoas teriam agido com frieza inusitada diante da situação. “Chama a atenção o comportamento dos colegas de trabalho em seguida ao início da discussão e nos seus primeiros 5 a 6 minutos. Ao menos cinco colegas ocupando suas mesas bem próximas ao do reclamante e ao espaço físico do setor onde ocorria o conflito. Mantiveram-se inertes, do início ao fim da discussão; ninguém fez nada; continuaram nas suas mesas, na execução dos seus afazeres como se nada tivesse acontecendo”.
Em contato com o sindicato, Machado afirmou que está aliviado com a decisão e ainda explicou que no período em que foi demitido estava doente, sofrendo de depressão. “Não somos máquinas. Todos têm problemas e as empresas precisam humanizar o trato com os colaboradores. Um dia ruim não pode ser motivo de demissão por justa causa depois de tantos anos de trabalho. Não é justo”.
Diretor executivo da Record TV Minas, Gustavo Paulus afirmou que a empresa vai recorrer.
Fonte: C-SE

Vaga de jornalista em Brasília


Descrição:
Irá atuar com produção de textos para jornal da entidade e canais on-line, pesquisar temas e matérias e sugerir pautas, executar cobertura de eventos e entre outras atividades. 
Disponibilidade para viagens eventuais.
Qualificação:
Experiência em redação jornalística, produção de texto para internet, editoração de publicações, cobertura de eventos, administração de redes sociais, boas noções de fotografia. 
Conhecimento com gramática, redação e revisão de textos, Pacote Office, Internet, Corel Draw, noções de Page Maker, Photoshop.
Idiomas:
Espanhol - Básico
Inglês - Avançado
Formação:
Superior completo em Jornalismo ou Comunicação Organizacional.
Local de Trabalho:
Brasília / DF - 1 vaga                                                   Fonte: empregos.com

Aprenda a combater notícias falsas: inscreva-se grátis no primeiro curso massivo de fact-checking em português

A checagem de informações sempre foi uma parte fundamental do trabalho jornalístico. Contudo, com as redes sociais e a rapidez com que histórias e discursos públicos - falsos e verdadeiros - são difundidos, o papel do checador se tornou ainda mais crucial para separar fatos de boatos. Para ampliar os conhecimentos de fact-checking entre jornalistas, a Associação Nacional de Jornais (ANJ) e o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, com o apoio do Google News Lab, lançam o primeiro curso online e massivo sobre o tema em português: "Fact-checking, a ferramenta para combater notícias falsas".


MOOC (sigla em inglês para curso online, massivo e aberto) acontecerá entre os dias 5 de junho e 2 de julho e será ministrado pela jornalista Cristina Tardáguila, diretora da Agência Lupa, a primeira agência de fact-checking do Brasil. Clique aqui para se inscrever gratuitamente neste MOOC.

Leia mais no site Jornalismo nas américas.

Vencedor do último Prêmio Esso troca o Estadão pelo Facebook

Imagem: Arquivo pessoal.
O jornalista Rodrigo Burgarelli é o novo contratado do Facebook. O profissional, que foi reconhecido com o Prêmio ExxonMobil de Jornalismo de 2015, estava no Estadão desde 2010 e agora assume novos desafios na rede social.
“Passei um quarto da minha vida até agora como repórter do Estadão. É tempo suficiente para quase completar duas faculdades, mas a comparação não faz jus ao tanto que aprendi nesse período. Certamente valeu muito mais do que isso”, declarou o profissional em post no Facebook.

Curso de jornalismo esportivo traz jornalistas da ESPN e do BandSports


Profissionais com passagens pelos principais canais de mídia do país irão se reunir no curso Universo Esportivo, programado para ser realizado em maio. Leonardo Bertozzi, Gustavo Hofman, Ivan Zimmermann, Antony Curti são alguns dos nomes que vão comandar os encontros.
Promovido pela Caneta Cursos & Palestras, o módulo aborda a história do esporte, preparação física de um atleta, esportes americanos e esportes olímpicos, sempre com palestras de especialistas em cada assunto. No total, o curso terá 16 horas, que serão divididas em quatro sábados.
Além das aulas, o curso Universo Esportivo ainda vai oferecer uma palestra final com Celso Unzelte. Atual comentarista dos canais ESPN e TV Cultura, o jornalista é considerado um dos maiores pesquisadores de futebol no Brasil e já escreveu mais de dez livros sobre o tema.
As aulas estão marcadas para 6, 13, 20 e 27 de maio de 2017, sendo que os encontros vão acontecer em espaço localizado no bairro Paraíso, em São Paulo. Os interessados em participar podem se inscrever por meio deste link, sendo que há possibilidade de comprar aulas avulsas por meio do e-mail contato@canetacursos.com.br.

Veja o cronograma completo do curso.

sábado, 29 de abril de 2017



Está disponível neste link a versão e-book do livro impresso lançado  no ano passado na INTERCOM e na SBPJor - "COMUNICAÇÃO DIGITAL E JORNALISMO DE INSERÇÃO ":

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Bolsa de mestrado em roteiro cinematográfico nos EUA recebe inscrições


O programa Master in Fine Arts (MFA), desenvolvido em parceria com a CAPES, oferece bolsa para cursar mestrado em roteiro de cinema nos Estados Unidos, uma modalidade de pós-graduação específica da área de cinema e audiovisual, que não encontra similar no Brasil. São concedidas até 2 (duas) bolsas com duração de até 21 meses.

Veja como participar.