terça-feira, 4 de agosto de 2020

Agência Pública dará bolsas de R$ 7 mil para repórteres investigarem mineração


Agência Pública e Comitê Nacional em Defesa dos Territórios Frente à Mineração vão distribuir quatro bolsas de 7 mil reais para repórteres produzirem reportagens investigativas,

Para se inscrever você precisa informar:
- Seus contatos
- Caso vá propor uma reportagem em equipe, os contatos dos outros integrantes
- Uma pequena biografia
- Links que comprovem sua experiência
- Título e resumo da proposta de pauta
- Pré-apuração
- Plano de trabalho
- Plano de orçamento
- Contato de uma referência profissional

Leia o regulamento.

segunda-feira, 27 de julho de 2020

Jornalismo na internet e tecnologia: como cubrir seus impactos além dos gadgets


Começa hoje, 27 de julho e  vai até 23 de agosto o novo Curso Online Aberto e Massivo (MOOC,  do inglês Massive Open Online Course), do Centro Knight  para o Jornalismo nas Américas (Universidade do Texas em Austin), “Periodismo de internet y tecnología: cómo cubrir sus impactos más allá de los gadgets”. Durante o curso (em espanhol), são apresentads ferramentas para contar histórios do amplo luniverso que hoje abrangem as tecnologias e internet.

Inscreva-se aqui.


Bolsas gratuitas para o curso 'Publicadores de Dados'


A Escola de Dados está com inscrições abertas para pessoas interessadas em receber bolsas gratuitas no curso ‘Publicadores de Dados’.

Com o objetivo de capacitar instituições a disponibilizar dados abertos, de modo a superar os atuais desafios na área de transparência, o curso conta com o apoio da Hivos, no âmbito do programa Todos os Olhos na Amazônia.

A instituição oferecerá isenção de inscrição para 40 pessoas que atuem com gestão pública na Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins), com prioridade para representantes de povos indígenas da região.

A Escola de Dados também oferecerá outras bolsas para os demais estados, visando aumentar a diversidade do curso nos quesitos regionais, raciais e relativos ao gênero, além de democratizar o acesso ao conhecimento.

COMO PARTICIPAR

Em ambos os casos, é preciso que a pessoa já atue em uma instituição pública ou da sociedade civil onde há rotinas de trabalhos com dados ou chances de implementá-las. Também é necessário ter disponibilidade para participar integralmente do curso, que começa no dia 28 de agosto e dura 5 semanas.

Se você se interessou em obter a gratuidade neste curso inédito, preencha este formulário até o dia 31 de julho. O resultado será anunciado em até cinco dias após o término das inscrições. Caso conheça alguém que possa se interessar também, não deixe de encaminhar este e-mail.


SOBRE O CURSO

A formação abordará conceitos e ferramentas para planejar e promover a gestão estratégica e a abertura de dados em organizações, sobretudo públicas. O curso terá vídeo-aulas e sessões ao vivo para a prática de exercícios. Todo o material estará disponível aos alunos na plataforma online do curso e os participantes terão um fórum para tirar dúvidas e interagir com a equipe de instrutores. Para mais informações, acesse a página da atividade.

PRÉ-REQUISITOS PARA A BOLSA
  • Atuar em instituição pública ou da sociedade civil em que há rotinas de trabalho com publicação de dados ou possibilidade de implementá-las; 
  • Ter disponibilidade de participar do curso integralmente (de 28/08 a 1/10). 
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO
  • Serão priorizadas pessoas que atuem com políticas públicas para a população indígena ou que sejam lideranças políticas indígenas na região da Amazônia Legal; 
  • Diversidade de gênero, raça e geografia; 
  • Potencial de aplicação e disseminação do conhecimento adquirido no curso.
SOBRE A HIVOS

A Hivos é uma organização não governamental, humanista e internacional. Juntamente com parceiros locais e internacionais, a organização busca contribuir para um mundo livre, justo e sustentável, no qual as pessoas possam acessar recursos e ter o poder de controlar suas vidas e seu futuro. Hivos acredita na criatividade e capacidade individual das pessoas. Qualidade, cooperação e inovação fazem parte dos conceitos da nossa filosofia.

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Para doar computadores e tablets, clique e acesse o formulário de doação

Participe da campanha de doação de computadores novos e usados promovida pela UFG juntamente com Associação de Egressos e Egressas da UFG.

O objetivo é contribuir para a inclusão digital de estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação da UFG, através da doação de computadores em bom estado (novos ou usados) para o desenvolvimento de atividades acadêmicas curriculares na remota durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A UFG intermediará a relação entre a doadora e a(o) beneficiária(o), não sendo ela a beneficiária final. No ato, a doadora assinará um termo de doação e a UFG identificará a(o) estudante beneficiária(o) e entregará o computador.

Cliquer aqui.

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Inscrições para o Curso Carta Campinas de Jornalismo e Redação estão abertas

As inscrições para Curso Carta Campinas de Jornalismo e Redação ficam agora com as inscrições abertas permanentemente. Ou seja, você pode nos enviar o e-mail e ver se é possível fazer o curso em qualquer mês do ano.
O curso é oferecido desde 2015.
Alunos cadastrados no site têm desconto (veja mais abaixo).
O curso tem dois módulos:
01 (jornalismo informativo)
02 (conceitos e opinativo)
Os dois módulos podem ser feitos por meio de vídeo aula de forma econômica e flexível.
O aluno ajusta o tempo às suas necessidades e pode fazer o curso em até três meses.
A proposta é prática e teórica ao mesmo tempo, o que permite uma experiência única na área. O aluno aprende noções de redação e do texto jornalístico estudando e praticando jornalismo.
O objetivo do curso é melhorar e aperfeiçoar o conhecimento e a habilidade na captação de informação e na produção de texto com enfoque para técnicas jornalísticas.
O curso inclui:
Vídeo aulas
Página com material da aula para consulta 24h
Tira-dúvidas semanal e orientação por e-mail
Orientação individualizada para produção de pauta e textos exclusivos para o curso
Correção e orientação de textos produzidos no curso de forma individualizada
Em caso de usuários cadastrados no site, possibilidade de publicação no site dos melhores textos.
Ao final, os alunos recebem o Certificado Carta Campinas.
O curso é indicado para estudantes em geral, do ensino médio à graduação, além profissionais de diversas áreas, professores, engenheiros, arquitetos, trabalhadores etc, e pessoas de qualquer idade. Basta gostar de escrever, ter vontade de aprender e de conhecer o universo do jornalismo e da comunicação.  Curso prático e de baixo custo.
Valores e inscrição:
Valor do Módulo 01: R$ 350,00 (2 x R$ 175,00)
Ou pagamento único de R$ 195,00 à vista ( desconto exclusivo para alunos cadastrados no site).
Valor do Módulo 02*: R$ 350,00 (2 x 175,00)
Ou pagamento único de R$ 195,00 à vista (desconto exclusivo para alunos cadastrados no site) 
Para receber esse superdesconto é simples. Basta o interessado no curso se cadastrar como colaborador no Carta Campinas (neste link)
*O Módulo 02 é uma continuação e só pode ser feito por alunos que estão matriculados no Módulo 01 ou já fizeram o Módulo 01 nos semestres anteriores.   
O curso terá início após o pagamento da inscrição.
O curso é ministrado pelo prof. Dr. Glauco Cortez** e há a possibilidade de publicação dos melhores textos e reportagens na Plataforma Carta Campinas. 
**Glauco Cortez é mestre pela ECA/USP, doutor pelo IFCH/ Unicamp, trabalhou em vários jornais e universidades e é coordenador da Plataforma Carta Campinas.
Para inscrições e mais informações, mande email para : cartacampinas@gmail.com.

terça-feira, 21 de julho de 2020

Núcleo Tangará do Sindjormt viabiliza vacinação contra Influenza a profissionais da mídia


A nova edição do informativo do Núcleo Tangará da Serra do Sindicato d@s Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT) destaca vacinação contra Influenza viabilizada junto ao poder público. O material também mostra que o sindicato cobrou esclarecimento do prefeito Fábio Junqueira por crítica feita à imprensa.

Um Brasil de terras russas: Colônia de Primavera (MT) é destaque em filme que já tem 2 milhões de visualizações:


O filme está disponível, por enquanto, com legendas apenas em inglês.

Em menos de 10 dias, filme sobre latifundiários russos no Brasil arrebatou mais de 2 milhões de visualizações no YouTube. O detalhe é que esses agricultores se vestem e vivem como no século 19 (e até falam um russo “antigo”): são os starovéri, uma vertente da Igreja Ortodoxa Russa que segue preceitos anteriores ao cisma, mas cujos membros ainda divergem entre si.

Leia matéria de EDELCIO AMERICO publicada no Russia Beyond.

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Química e bióloga desenvolveram o teste molecular rápido para Covid-19

Com a pandemia, pesquisadores da UFG se viram na tarefa de redirecionar objetivos, hipóteses, métodos e metodologias para atender a necessidade urgente do combate ao vírus Sars-CoV-2. 

Esse foi o caso das professoras da UFG Gabriela Rodrigues Mendes Duarte, do Instituto de Química (IQ), e Elisângela de Paula Silveira Lacerda, do Instituto de Ciências Biológicas (ICB). Ambas estavam em meio a projetos de diagnóstico molecular para zika, dengue e chicungunya, quando, em meados de março, resolveram fechar uma parceria acadêmica e adaptar seus objetivos e metodologias para a Covid-19. O resultado foi o desenvolvimento do teste rápido para Covid-19, 10 mil vezes mais sensível do que o PCR, mais simples, rápido e cerca de 40 vezes mais barato.

Leia a matéria de Carolina Melo

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Qualidade de imagem da TV UFG é segunda melhor de Goiânia



Sinal da TV UFG pode ser alcançado a mais de 50 quilômetros da antena no Morro do Mendanha



A TV UFG (Universidade Federal de Goiás) tem a segunda melhor qualidade de imagem de televisão digital em Goiânia e chega a atingir mais de 50 quilômetros de raio a partir da antena no Morro do Mendanha. Essas são algumas das constatações sobre o sinal da TV UFG em um relatório produzido pelo professor Uvermar Sidney Nince (Engenharia Elétrica), autor do projeto e responsável pela implementação do sistema digital da TV UFG.
Leia matéria de Kharen Stecca.