quarta-feira, 20 de maio de 2015

Chamada de Artigos - Revista Leituras do Jornalismo (FAAC-UNESP)

A revista Leituras do Jornalismodo curso de Jornalismo da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (FAAC-UNESP), abre chamada para envio de artigos para a sua próxima edição, a ser lançada no segundo semestre de 2015, até o dia 30 de Junho de 2015.
 
A revista aceita artigos relacionados ao campo do jornalismo e suas interfaces comunicacionais e as regras de publicação podem ser consultadas no site http://www2.faac.unesp.br/ojs/index.php/leiturasdojornalismo.
 
A revista Leituras do Jornalismo é uma publicação semestral destinada a professores, pesquisadores, estudantes e profissionais da área. A publicação aceita colaborações de trabalhos originais e inéditos, de autoria individual ou coletiva, sob a forma de artigo, ensaio ou resenha, em português, inglês e espanhol.
 
Prazo limite para o envio de artigos: 30 de Junho de 2015.
 

terça-feira, 19 de maio de 2015

WhatsApp é ferramenta de trabalho para 95% dos usuários brasileiros

appp-whatsO estudo global ouviu 44 mil executivos e apontou que 86% deles recorrem a pelo menos uma ferramenta por mês quando precisam passar o dia fora do empresa. Os entrevistados acreditam que os aplicativos estão colaborando com o armazenamento e compartilhamento de documentos.


"As ferramentas online estão ajudando a superar alguns dos obstáculos tradicionalmente associados com o trabalho remoto. A tecnologia faz a ponte entre o funcionário e a empresa. É importante mostrar como os funcionários podem ser totalmente operacionais, mesmo quando não estão no escritóri ", afirma Otávio Cavalcanti, diretor da Regus. Além de trocar mensagens instantâneas, os profissionais também usam ferramentas para monitorar suas atividades diárias (72%) e colaborar com sua produtividade (72%).

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Sindicato e cursos de comunicação realizam seminário "Desafios da Formação em Jornalismo"


O Sindicato dos Jornalistas do DF, em parceria com os cursos de comunicação do DF, realiza em 22/5 o “Seminário: Desafios da Formação em Jornalismo”. Direcionado para estudantes, professores e profissionais da área de jornalismo, o evento tem o objetivo de debater a situação do ensino em jornalismo atual, bem como os desafios que os profissionais da área enfrentam no mercado de trabalho. As inscrições poderão ser feitas aqui

Entre os assuntos que serão abordados no evento estão a grade curricular e a carga horária dos cursos de jornalismo, o estágio supervisionado, a formação crítica e as expectativas do mercado, além dos direitos de estagiários e jornalistas. 

Outro foco do encontro será a discussão da implementação das novas diretrizes curriculares, aprovada pela Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação (CNE) em fevereiro de 2013. Os cursos terão até dia 27/9/2015 para implementar as diretrizes em seus currículos - data que marca dois anos da homologação da nova regra no CNE (veja mais aqui).

A implementação das novas diretrizes, assim como a aprovação da PEC do Diploma no Congresso Nacional (confira mais informações aqui), faz parte das bandeiras de luta do SJPDF, visto que os dois temas têm relação direta com o reconhecimento profissional e qualidade do ensino.

"As novas diretrizes não contemplam todas as nossas expectativas, especialmente em relação à formação crítica em jornalismo, mas acreditamos que oferecem um norte interessante para o aprimoramento dos cursos e acompanhamento dos estágios. O importante agora é que professores, estudantes e jornalistas troquem experiências e expectativas para que possamos não apenas cumprir as novas diretrizes, bem como avançar em suas lacunas", destaca a integrante da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial do SJPDF, Juliana Cézar Nunes. 

Agenda

O quê: Seminário Desafios da Formação em Jornalismo
Dia: 22/5, das 8h30 às 12h30
Local: Sindicato dos Jornalistas do DF (SIG Quadra 2 lotes 420/430/440 - City Offices Jornalista Carlos Castello Branco - Cobertura C13)

Programação:

8h30 - MESA 1 - Desafios da formação em jornalismo no DF
10h30 - Intervalo para o café
11h - MESA 2 - Os novos currículos dos cursos de comunicação

Últimas vagas | RI: finanças ou comunicação? A importância de alinhar as duas competências em benefício da companhia


2ª Jornada de Estratégias Digitais 2015: As inscrições ainda estão abertas



domingo, 17 de maio de 2015

Vaga para assessor de imprensa: São Paulo

Descrição

1 vaga para assessor de imprensa com experiência mínima de 1 ano em atendimento de contas. Atendimento de franquias será um diferencial. A empresa fica na Z.Oeste, no bairro de Pinheiros e o início é imediato. Favor enviar currículo para falecom@markable.com com a pretensão salarial
Empresa : Markable Comunicação

Informações

Perfil : Profissional

Localização : Pinheiros - Zona Oeste - SP

Fonte: C-SE

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Câmara Municipal do Rio de Janeiro abre concurso público para profissionais de comunicação


19 vagas foram abertas para profissionais graduados em comunicação social divididas em três cargos diferentes.


A Câmara Municipal da cidade do Rio de Janeiro divulgou nesta quarta-feira, 13, no Diário Oficial do município, a abertura de concurso público em 2015 para diversas áreas. Dentre elas, está a área da comunicação social, agraciada com 19 vagas abertas, para três cargos diferentes. Os comunicadores graduados em instituição superior de ensino poderão concorrer às vagas nos cargos de Analista Legislativo - Especialidade: Audiovisual (com duas vagas regulares abertas). É preciso ter habilitação em: Cinema & Vídeo ou Rádio & TV.
Os comunicadores também poderão concorrer ao cargo de Analista Legislativo -Especialidade: Comunicação Social (com duas vagas regulares abertas, além de uma vaga para candidatos que se declararem negros ou índios). É preciso ter habilitação em jornalismo. Tanto neste, quanto no primeiro cargo citado acima, a lotação privativa será a 'Rio TV Câmara', canal público vinculado ao órgão municipal da capital carioca.
Outro cargo que pode ser pleiteado pelos candidatos graduados em comunicação social é o de Analista Legislativo - Especialidade: Redação e Revisão (com 10 vagas regulares abertas, mais três vagas destinadas aos candidatos que se declararem negros ou índios, além de mais uma vaga para candidatos que comprovarem deficiência física). É preciso ter habilitação em jornalismo e em qualquer outra área da comunicação. Para este cargo, especificamente, poderão concorrer também, profissionais graduados em letras vernáculas.
Diferente dos outros dois cargos já citados, a lotação privativa para este último está prevista para ser distribuída entre a Diretoria de Apoio Legislativo, a de Serviço de Debates, a de Serviço de Altas, a de Consultoria e Assessoramento Legislativo. Em todos os cargos, caso não haja o preenchimento das vagas destinadas a negros, índios e deficientes físicos, as mesmas serão destinadas aos outros profissionais que concorrem às vagas regulares.
O salário para todos os cargos será de R$ 7.645,82, já incluindo todos os benefícios como: os auxílios transporte, alimentação e saúde, além do GDL (Gratificação de Dedicação Legislativa). A carga horária será a de 40 horas semanais.
As inscrições serão abertas no próximo dia 20 de maio e seguem até o dia 08 de junho no site da prefeitura do Rio de Janeiro. A taxa é de R$ 90,00.

Fonte: Blasting News

Mediatização: livros de interesse para download


O Centro de Investigaciones en Mediatizaciones, da Universidad Nacional de Rosario, disponibiliza vários livros/coletânas de interesse sobre o assunto:

quarta-feira, 13 de maio de 2015

UFRGS abre inscrições de Concurso Público com vagas para Comunicação


Vagas são para profissionais graduados em qualquer área da Comunicação. Salários chegam a R$ 3.666,54.

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) divulgou na última quarta-feira, dia 6 de maio, edital de abertura do Concurso Público da instituição. Ao todo, 59 vagas foram abertas para cargos de níveis fundamental, médio e superior. Dentre eles, estão os cargos de Produtor Cultural (aberto para qualquer profissional que tenha diploma em Comunicação Social, sem especificação) e também para Relações Publicas. As remunerações vão de R$ 1.739.04 a R$ 3.666,54 (para cargos de nível superior, como os dois já citados para Comunicação).

Os aprovados homologados serão distribuídos nos diversos campi da UFRGS em Porto Alegre, e em cidades do interior e do litoral gaúcho, como: Eldorado do Sul, Imbé e Tramandaí. Os interessados deverão se inscrever até o próximo dia 20 de maio no site oficial para concursos na universidade, o faurgsconcursos. As taxas de pagamento são R$ 65 e R$ 100 (para cargos de nível superior). A previsão para realização da prova é para o dia 21 de junho na cidade de Porto Alegre.

As provas para ambos os cargos de Comunicação terão questões divididas em disciplinas de: língua portuguesa (10), legislação básica (10) e conhecimentos específicos (20). Para o cargo de produtor cultural, as atividades atribuídas serão: execução qualificada de trabalhos relacionados a programações culturais e promoções de eventos.

Já para o cargo de Relações Públicas, as atribuições são: implantar ações de relações públicas na universidade, além de assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

via blastingnews


Equilíbrio para informar - meditação no jornalismo

 Escrito por Heródoto Barbeiro (*)

A pressa em informar é uma ótima serva, mas uma péssima senhora. Essa afirmação é inspirada no poema Bagavat Gita, contido no Mahabarata. Os jornalistas cuidam de publicar uma notícia só quando têm certeza que o fato ocorreu. Sabem que divulgar alguma coisa que não aconteceu é a mais constante pisada na bola do código de ética do jornalismo diário, hoje turbinado com a velocidade dos bits e bytes nas redes sociais.

Os veículos temem que com a pressa possam perder reputação, o capital mais importante das empresas no mundo contemporâneo, sejam elas de comunicação ou não. Nem Arjuna, nem Krishna poderiam imaginar que seus ensinamentos escritos no Século 4 a.C. poderiam ser tão atuais. Publicar só quando formar convicção sobre o fato. Fora disso é correr o risco de ter que desmentir o que foi divulgado ou varrer para debaixo do tapete o que resulta em perda da credibilidade.

Há outros ensinamentos da filosofia oriental que podem ajudar no trabalho do dia a dia do jornalista. Um deles é o mindfullness, ou seja, estar imbuído da boa fé, compaixão, concentração e processamento cognitivo do mundo que está noticiando. Essa prática foi percorrida por Sidarta, o Buda. Em outras palavras, mindfullness significa recordar-se continuamente do seu objeto de atenção. No caso do jornalista, é a notícia. Um descuido e tudo se deteriora com imprecisão, confusão, mistura de fatos e, finalmente, a construção de uma informação sem fundamento para o público. O jornalista não pode descuidar um instante do seu trabalho.

mindfulness-meditacao-artigo-herodoto-barbeiro(Imagem: notypicalmoments.com)

------herodoto(*) Apresentador e editor-chefe do 'Jornal da Record News'. Já foi professor de história, carreira que seguiu por quase 20 anos. Na imprensa, passou por CBN, Rádio Globo, Jovem Pan, TV Cultura, TV Gazeta e Diário de S. Paulo. Edita o Blog do Barbeiro – Barba, Bigode e Cabelo, hospedado pelo R7.

terça-feira, 12 de maio de 2015

Ciberjornalismo na Argentina, no Brasil e em Portugal será tema de debate no 6º Simpósio Internacional na UFMS

 

Twitt
Ciberjornalismo na Argentina, Brasil e Portugal em debate no 6º Ciberjor
Ciberjornalismo na Argentina, Brasil e Portugal em debate no 6º Ciberjor
O ciberjornalismo na Argentina, no Brasil e em Portugal é o tema de conferência e debate na noite do dia 2 junho no 6º Simpósio Internacional de Ciberjornalismo que acontece na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) entre os dias 1 e 3 de junho. O debate reunirá o professor e coordenador do Foro de Periodismo Digital da Universidade Nacional de Rosário na Argentina, Fernando Irigaray; a professora, jornalista e pesquisadora em ciberjornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Raquel Longhi e o professor e pesquisador da Universidade do Porto e coordenador do Observatório de Ciberjornalismo de Portugal, Fernando Zamith.
O tema da conferência coloca em discussão como é realizado a produção do jornalismo na internet nos três países. Portugal vive uma ampliação significativa dos cibermeios que potencializam todas as propriedades da internet. No Brasil, várias empresas jornalísticas começam a extinguir a versão impressa para manter unicamente a versão publicada na internet e acessível na web e nos dispositivos móveis. Na Argentina, casos como dos grandes jornais como La Nación e Clarín reformaram, há pouco tempo, as versões publicadas na web.
O evento terá ainda a participação de renomados pesquisadores brasileiros como o jornalista e pesquisador Juliano Carvalho da Universidade Estadual Paulista (Unesp), do jornalista e pesquisador Walter Teixeira Lima, da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), do pesquisador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e autor de diversos livros sobre Cibercultura, Alex Primo, entre outros, além de oficinas e grupos de trabalho.
E no terceiro dia do Simpósio haverá um debate sobre a atuação dos profissionais jornalistas na internet. Os jornalistas e pesquisadores João Canavilhas, de Portugal, Marcelo Trasel da PUC do Rio Grande do Sul e Alex Primo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul colocam em questão as facilidades e dificuldades que os jornalistas profissionais têm no trabalho cotidiano relacionado a internet. Será que os jornalistas que atuam em cibermeios, em jornais produzidos na internet têm conhecimento suficiente, dominam as tecnologias de produção da notícia para a internet?
O sistema de inscrições para o 6º Simpósio Internacional de Ciberjornalismo também inovou e utilizou a tecnologia PassBook para iPhones e PassWallet para os smartphones com sistemaAndroid. Essa tecnologia facilita o controle de inscrições e também auxilia na organização de agenda e de acesso às sessões do Simpósio para os participantes. No processo de confirmação das inscrições, a partir do pagamento efetuado pelo participante os sistema envia dados para o smartphone da pessoa, seja iPhone ou Android que é reconhecido pelos aplicativos PassBook no iPhone e PassWallet nos celulares com sistema Android. O sistema ainda envia os dados para a Agenda do participante no Google Agenda.

Feicom discute mídias interativas e interações sociais; inscreva-se




A Feicom 2015 tem intensa programação, composta por conferências, palestras, minicursos, oficinas, GTs, mesas-redondas, mostras, exposições e apresentações culturais. Inscreva-se e participe.

Confira a programação e inscreva-se nas diversas atividades da 8ª FEICOM - Congresso e Feira de Informação e Comunicação e Semana de Comunicação e Informação da Faculdade de Informação e Comunicação da Universidade Federal de Goiás (FIC/UFG).
Atente-se para os dias e horários.
Inscrições gratuitas. Vagas limitadas em minicursos e oficinas.
Conferencias_Feicom2015
Clique na imagem abaixo para inscrever-se nas conferências e outras atividades de sua escolha.
Inscreva-se
O evento Minicursos


GTsMostras
Exposições Chamada de trabalho
Comissão OrganizadoraContato

 Inscreva-se

Fonte : FIC/UFG

Prêmio Estácio de Jornalismo abre inscrições para a sua quinta edição


Organização anuncia aumento no valor da premiação de R$ 100 mil para R$ 125 mil em 2015

A Estácio, uma das maiores instituições de Ensino Superior do Brasil, lança o Prêmio Estácio de Jornalismo – edição 2015, que irá escolher as melhores reportagens veiculadas no país sobre o Ensino Superior. Criado em 2011, o Prêmio Estácio de Jornalismo tem o objetivo de fomentar a produção pela imprensa de matérias jornalísticas que abordem o Ensino Superior no Brasil, de forma a ampliar o debate e a importância do tema para o desenvolvimento do país.
O prêmio é hoje o único em nível nacional dedicado exclusivamente a esta temática. Veículos de imprensa de todo o Brasil podem concorrer nas mídias TV, Rádio, Internet e Impresso, tanto na modalidade Nacional, quanto na Regional. São elegíveis reportagens que tenham sido publicadas ou veiculadas pela primeira vez entre os dias 11 de junho de 2014 e 10 de junho de 2015.

Ao longo dos cinco anos de existência, o Prêmio Estácio de Jornalismo vem demonstrando um crescimento expressivo tanto na quantidade de reportagens inscritas quanto na qualidade dos conteúdos produzidos pelos jornalistas. Até o momento, o prêmio registrou a participação de mais de 500 jornalistas e profissionais de imprensa, que inscreveram um total de 761 reportagens veiculadas em 21 estados e no Distrito Federal.  Foram 103 premiados, entre concorrentes individuais e equipes. Em função do sucesso e de sua grande repercussão, a Estácio aumentará o valor global da premiação, chegando este ano a R$ 125 mil.

Para o presidente da Estácio, Rogério Melzi, o grande legado do Prêmio é associar de forma inequívoca educação e imprensa livre. “Através deles, podemos mudar verdadeiramente o país e ajudar a fazer um Brasil melhor, mais justo e mais desenvolvido.”

Saiba mais sobre INSCRIÇÕES E PREMIAÇÃO

Últimos dias para se inscrever no curso "Periferia na mídia"


O curso apresenta novas possibilidades de atuação para os profissionais de comuniçação e educação, sejam eles ou não oriundos dos bairros periféricos. Clique em http://bit.ly/1EVFbet e participe do curso coordenado pelo coletivo Periferia em Movimento.