sábado, 29 de abril de 2017



Está disponível neste link a versão e-book do livro impresso lançado  no ano passado na INTERCOM e na SBPJor - "COMUNICAÇÃO DIGITAL E JORNALISMO DE INSERÇÃO ":

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Bolsa de mestrado em roteiro cinematográfico nos EUA recebe inscrições


O programa Master in Fine Arts (MFA), desenvolvido em parceria com a CAPES, oferece bolsa para cursar mestrado em roteiro de cinema nos Estados Unidos, uma modalidade de pós-graduação específica da área de cinema e audiovisual, que não encontra similar no Brasil. São concedidas até 2 (duas) bolsas com duração de até 21 meses.

Veja como participar.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Prêmio Petrobras de Jornalismo 2017 abre inscrições. Saiba como participar

O Prêmio Petrobras de Jornalismo 2017 abre inscrições nesta terça-feira, 25. A partir de agora, profissionais da imprensa podem concorrer em 12 categorias, com cada uma distribuindo de R$ 10 mil a R$ 20 mil. Além delas, a disputa especial “Grande Prêmio Petrobras de Jornalismo” segue ativa, com o vencedor sendo contemplado com R$ 40 mil.
Os organizadores do evento ressaltam que, diferentemente das edições anteriores, ao todo serão distribuídos R$ 245 mil – uma vez que o número de categorias foi reduzido, mas, em contrapartida, as premiações individuais aumentaram. A essência do concurso segue a mesma, informa a equipe de comunicação da estatal petrolífera: valorizar grandes reportagens produzidas por veículos e jornalistas brasileiros.
Entre as mudanças, os responsáveis pelo prêmio destacam divisões que buscam valorizar meios e editorias específicas. “Uma das grandes novidades deste ano é o lançamento da categoria especial de Inovação para o trabalho que se destaque pelo ineditismo do formato, da abordagem, do meio ou da linguagem. Outra novidade é o prêmio de Telejornalismo, exclusivo para as emissoras de televisão. Como nas edições anteriores, o Grande Prêmio Petrobras de Jornalismo será concedido à melhor reportagem entre todas as inscritas”, anuncia a produção do evento.

Vaga para professor temporário de Jornalismo na unidade de Frutal da UEMG


Universidade Estadual de Minas Gerais abre vaga de professor temporário para disciplinas Jornalismo Institucional Privado e Público / Laboratório de edição Jornalística e Tópicos sobre a regionalização da mídia no Brasil / Laboratóriode Projetos em Comunicação.

Globo, SporTV e globoesporte.com selecionam jornalistas para projeto Passaporte


O Projeto Passaporte está com inscrições abertas para os apaixonados por esporte. A oportunidade vai selecionar jornalistas formados entre 2014 e o primeiro semestre de 2017 para participar da cobertura da Copa do Mundo da Rússia no Brasil e em outros países. Os interessados têm apenas até o dia 30 de abril para se candidatar.
O projeto, que existe desde 2010, vai permitir que os selecionados trabalhem para SporTV, TV Globo e globoesporte.com. É preciso ser criativo e ter disponibilidade para viajar. No total, as edições do Passaporte já deram oportunidade de trabalho para 41 jornalistas, sendo que a maioria permanece no grupo em funções de reportagem, produção, edição, redes sociais, narração e apresentação.
“O desafio agora é cobrir um dos maiores eventos esportivos do mundo: a Copa do mundo FIFA 2018. Vem fazer história com a gente!”, diz a descrição do projeto.

Como participar + processo seletivo

Para participar, é preciso acessar este link até dia 30 de abril e clicar em “Inscreva-se”. Além de ter interesse em esporte, é preciso ser fluente em inglês e ter nível intermediário em outro idioma.
A primeira etapa do processo será a análise dos currículos e informações fornecidas na ficha de inscrição. Os selecionados para a segunda etapa irão passar por testes onlines de Inglês, Atualidades e Esportes. Depois, há ainda um teste de vídeo.
O projeto informa que os aprovados em todas as etapas serão convidados para dinâmica com duas atividades que simulam o universo televisivo. Os finalistas passarão por teste oral em inglês, imersão na rotina dos jornalistas e entrevistas com gestores. Todas as etapas serão eliminatórias, informa a Globo.

Conheça o perfil que o Passaporte busca:

  • Jovem jornalista, com até dois anos de formação em Jornalismo ou Jovem cineasta com até dois anos de formação em Cinema;
  • Entusiasta do universo esportivo;
  • Disponibilidade para viajar e morar fora do país;
  • Residente no território brasileiro;
  • Desprendido, proativo e com grande capacidade de improvisar;
  • Com habilidades para aparecer frente às câmeras, produzir matérias e contar histórias;
  • Fluência no idioma inglês;
  • Profundo conhecimento sobre história e conhecimentos gerais
  • Conectado às redes sociais e com conhecimento das etapas de uma videorreportagem: gravação, produção, edição.
Fonte: C-SE

terça-feira, 25 de abril de 2017

Gazeta do Povo abre vaga para repórter de política em Brasília


A Gazeta do Povo está em busca de um jornalista para trabalhar como repórter em Brasília. Em vaga anunciada no LinkedIn, o veículo explica que o profissional precisa ter senso de notícia, autonomia, texto final e agilidade, além de interesse por vários formatos como textos, vídeos e podcasts.
O repórter escolhido para esta vaga terá como missão pré-apurar e sugerir pautas e escrever as reportagens com foco em publicação digital. É preciso ter experiência na cobertura de política nacional, de preferência em Brasília, vivência em jornalismo online, visão para comunicação digital, inovação contínua e atenção às tendências de mercado. Para se candidatar, é preciso acessar este link e clicar em “Candidatura simples”.
O perfil de profissional buscado pela Gazeta do Povo está bem alinhado à recente mudança no veículo, que encerrou sua versão impressa e investiu mais de R$ 20 milhões em jornalismo digital. A reportagem do Portal Comunique-se acompanhou a divulgação oficial do GRPCom sobre o assunto e tratou do tema nas reportagens abaixo. Leia mais:
Fonte: C-SE

quinta-feira, 20 de abril de 2017

IBGE abre concurso para 12 vagas temporárias de Jornalista

IBGE – Censo Agropecuário

Local: Salvador, Fortaleza, São Luís, Belo Horizonte, Belém, Recife, Curitiba, Rio de Janeiro (3 vagas), Porto Alegre e Florianópolis
Banca: FGV (fgv.br)
Cargo: Jornalista
Salário: R$ 4.000,00
Carga horária: 40 horas semanais
Vagas: 12 (doze)
Inscrição: até 9 de maio de 2017
Taxa de inscrição: R$ 78,00
Prova: 2 de julho de 2017
Link: Edital retificado

Concurso Marinha do Brasil tem duas vagas de comunicação social


Saiu o edital do concurso público da Marinha do Brasil para o quadro técnico do corpo auxiliar, com duas vagas para profissionais de Comunicação Social.

  • Marinha do Brasil
  • Banca: Marinha
  • Cargo: Comunicação Social
  • Salário: R$ 6.625,00 (durante o curso de formação)
  • Vagas: 2 (duas)
  • Inscrição: até 29 de maio de 2017
  • Taxa de inscrição: R$ 110,00
  • Divulgação de data e horário da prova: 19 de junho 
  • Leia o edital.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Dad Squarisi lança livro Sete Pecados da Língua


A professora e escritora Dad Squarisi discorre sobre questões espinhosas como crase, pontuação, concordância, regência, conjugação verbal, flexão nominal, propriedade vocabular, artigo, pronome, numeral, estilo. Denuncia os pecados mais graves e, muito melhor, nos mostra o caminho da virtude.

Compre aqui.


terça-feira, 11 de abril de 2017

E-book gratuito: Jornalismo móvel: linguagem, géneros e modelos de negócio


Depois dos livros “Notícias e Mobilidade: O jornalismo na era dos dispositivos móveis”, de 2013, e “Jornalismo para Dispositivos Móveis: Produção, distribuição e consumo”, de 2015, este “Jornalismo Móvel: Linguagem, géneros e modelos de negócio” é mais um contributo do LabCom.IFP para a discussão do papel dos dispositivos móveis no jornalismo do século XXI.

Baixe aqui.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Etiqueta para o uso de celular


por Admari Cajado
As normas de etiqueta sempre estiveram presentes na vida social das pessoas, pelos menos desde que se passou a entender que devíamos seguir normas de conduta quando fazendo parte dessas situações. Dentro desses contextos, a premissa maior é a de não causar constrangimento, desconforto entre os presentes. Ao longo dos anos, as pessoas sentem necessidade de repensar tais normas, incorporando novas questões. Com o advento do celular não foi diferente.
Mas como incorporar uma pessoa “virtual” entre os presentes de forma harmônica, sem criar incômodos ou desconfortos? A pesquisa intitulada Does Personality Affect Peoples’ Attitude Towards Mobile Phone Use in Public Places?[1], organizada por Steve Love e Joanne Kewley (2003) tratou do uso dos telefones móveis em espaços públicos e conflitos de normas sociais.

domingo, 9 de abril de 2017

Curso online de Jornalismo esportivo abre inscrições



CERS Corporativo, em parceria com a Zupthen Comunicação, reuniu os maiores nomes da prática e da pesquisa jornalística em um curso que vai promover diálogo entre a experiência profissional e o conhecimento acadêmico na área.

Inscrições.

sábado, 8 de abril de 2017

quarta-feira, 5 de abril de 2017

UFF contrata professores de Jornalismo



Dois concursos que estão abertos para a contratação de professores para o Departamento de Comunicação Social (GCO) - da Federal Fluminense.

As inscrições vão até 11 de maio. E as áreas são:

- Linguagem Fotográfica (40H)

- Teorias, Técnicas e Práticas do Jornalismo (40H DE)

As inscrições são feitas online. As demais informações encontram-se no site https://sistemas.uff.br/cpd/

quinta-feira, 23 de março de 2017

A lei da terceirização e a precarização do trabalho jornalístico

Aldo Schmitz
Doutorando em Sociologia Política (UFSC), especial para objETHOS

Ontem, 22 de março, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei da terceirização, que prevê a subcontratação de qualquer serviço, inclusive da atividade-fim.
Com essa regulamentação, o número de jornalistas “frilas” (freelancers), “frilas fixos” e “pejotas” deve aumentar vertiginosamente, bem como tornar mais grave a precarização do trabalho jornalístico e a flexibilização da carreira.
Independentemente da lei, a terceirização e o trabalho precário são práticas gêmeas, generalizadas e crescentes na mídia brasileira, que se propagam há décadas.

quarta-feira, 22 de março de 2017

domingo, 19 de março de 2017

Vaga de redator em Goiânia

(REPASSANDO) 

- Criação e revisão de textos publicitários para área Cosmética
- Desejável experiência em InDesign
- Formação em Jornalismo, Publicidade ou Letras
Das 8h às 18h. De segunda a sexta. CLT.
Remuneração: R$ 2.000,00 + benefícios.
Interessados enviar currículo para:
leidiane.grupocriar@gmail.com


Obs.: Horário irregular.

terça-feira, 14 de março de 2017

Iphan abre seleção para estágio em Jornalismo: Goiânia



A  Superintendência  do Instituto  do Patrimônio  Histórico  e Artístico  Nacional  em Goiás - Iphan/GO toma publica a reabertura de PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL   JORNALISMO 2017 (Modalidade: Não obrigatório/ Remunerado). Os interessados em participar do Processo deverão realizar o cadastro de currículo por meio do site: agielcom.br  , no período  de 09 a 17  de março de   2017.

REQUISITOS
Os candidatos devem preencher os seguintes requisitos:
a)    Estar regularmente matriculado em Instituição de Ensino Superior;
b)    Estar cursando, no mínimo, o quinto período da graduação;
c)   Não possuir reprovação em matérias básicas do currículo especifico de sua formação;
d)    Ter disponibilidade para estagiar por 06 a 24 meses no período de 06 (seis) horas diárias - 30 (trinta) horas semanais;
e)    Possuir conhecimentos básicos em Informática  (Windows, Word, Power Point, Excel e Internet);
f) Possuir conhecimentos básicos e interesse nas áreas de assessoria de imprensa; jornalismo cultural; e patrimônio cultural.

PERFIL DA VAGA
0 estudante deverá participar das atividades de planejamento, desenvolvimento e avaliação de estratégias e ações de comunicação relativas ao Iphan/ GO e da politica patrimonial, assim como tomará parte de ações de educação patrimonial e articulação e difusão de informações e conhecimentos referentes ao Patrimônio Cultural Brasileiro,  desenvolvidas  no  âmbito  da Assessoria de Comunicação  da Superintendência.

AUXÍLIOS FINANCEIROS
Bolsa: R$ 520,00 / Auxilio Transporte: R$ 132,00 -Total de Benefícios: R$652,00

RECESSO
O estagiário terá direito a 15 dias de recesso a cada 06 meses efetivamente estagiados.

ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO
1)  Analise de currículo, caráter eliminatório e classificatório.
2)   Prova dissertativa: os candidatos selecionados na Etapa 1 serão avisados por e-mail e deverão comparecer ao Iphan/GO, em data a ser informada para realização de prova dissertativa sobre tema relativo ao patrimônio cultural. As provas terão caráter eliminatório e classificatório. Os candidatos que obtiverem nota inferior a 7 (sete) estarão automaticamente eliminados.
3)  Entrevista: os candidatos selecionados nas Etapas 1 e 2 serão convocados para realização de entrevista, a qual será realizada em data oportuna, com horário a ser definido na convocatório. A entrevista  terá  caráter classificatório.
4)  Validação  da documentação,  de caráter eliminatório, na hipótese de não apresentação   dos documentos exigidos para o estágio ou não preenchimento das condições especificadas neste documento.

quinta-feira, 9 de março de 2017

Band recruta jovens jornalistas para programa jornalístico "novo e moderno"


A Band está recrutando currículos de jovens jornalistas ou de estudantes de jornalismo para um novo programa jornalístico que deverá ser lançado ainda neste ano em sua grade. 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Inscrições abertas para concurso de professor efetivo de Jornalismo na Federal do Ceará


A Universidade Federal do Ceará recebe inscrições, até 3 de março de 2017, para concurso público de professor efetivo do Instituto de Cultura e Arte (ICA), em Fortaleza.

A vaga destina-se ao setor de estudo "Fundamentos e Práticas Jornalísticas", O regime de trabalho será de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva.

De acordo com o Edital n° 18/2017, os candidatos devem ter título de doutor. A taxa de inscrição é de R$ 239,00, e os aprovados receberão remuneração mensal inicial de R$ 9.570,41.

Outras informações podem ser consultadas no próprio edital, disponível no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas.

Organização oferece programa de capacitação para a cobertura de temas ligados à primeira infância

Com iniciativa do International Center for Journalists (ICFJ), o programa Early Childhood Development Reporting Fellows abre inscrições para seu programa de treinamento com foco em jornalismo. A organização é conhecida por promover a profissão em todo o mundo oferecendo treinamentos, workshops, seminários e intercâmbios para profissionais da comunicação. A capacitação é oferecida para quem cobre ou se interessa por temas ligados à primeira infância.
O projeto é feito em parceria com o Children’s Investment Fund Foundation (CIFF) e apoio da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal. De acordo com as informações, os participantes receberão, durante um ano, treinamento, orientação e todo o suporte para a produção de reportagens sobre o desenvolvimento na primeira infância, período que vai do nascimento aos 6 anos de idade. Com isso, a expectativa é fornecer mais subsídios aos profissionais, formando um grupo global de repórteres com forte expertise na cobertura do assunto.
“Esperamos, com essa iniciativa, fortalecer uma rede que aproxime ainda mais os jornalistas brasileiros dos jornalistas de outras partes do mundo para a troca de experiências e a produção de novas reportagens que promovam cada vez mais o desenvolvimento na primeira infância”, afirmou o diretor-presidente da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, Eduardo Queiroz.
Como se inscrever?
Os interessados devem acessar este site, incluir seu currículo, suas publicações mais recentes sobre desenvolvimento infantil e uma proposta de projeto com os principais assuntos que pretende abordar ao longo do programa, incluindo o plano de divulgação desses materiais. O processo seletivo recebe o material de candidatos até 26 de fevereiro.
O processo é realizado totalmente em inglês, sendo necessário que os interessados apresentem proficiência na língua. Os participantes devem, ainda, se comprometer com a divulgação dos textos produzidos ao longo do programa. A qualificação profissional, o grau de experiência e reportagens anteriores sobre o desenvolvimento na primeira infância serão alguns dos elementos avaliados pela comissão julgadora, que será composta por profissionais da área e representantes do ICFJ e da CIFF.
Fonte: C-Se

Jornalista Esportiva - Esportiva em São Paulo - SP

canal aberto produções


R$ 1.000a R$ 2.000 (Bruto mensal). Noturno. Outros
Sobre a vaga
Descrição
  1. Área e especialização profissional: Comunicação, TV, Cinema - Jornalismo
  2. Nível hierárquico: Operacional
  3. Local de trabalho: São Paulo, SP
  4. Realizar cotações para divulgação da marca e serviços da empresa em espaço da mídia visual , eletrônica e impressa, bem como negociar forma de divulgação e custo. Participar no desenvolvimento de catálogos/folders. Administrar as despesas relacionadas a investimentos de marketing, através de controles em planilhas eletrônicas. Realizar contato com agências de marketing, para apresentação de trabalhos a serem desenvolvido. Desenvolver e controlar os contratos de permuta(jornais e empresas em geral). Organizar as ações e campanhas de marketing interno e externo. Analisar os resultados de campanhas de divulgação de produtos, como também o segmento de atuação. Apoio nas atividades de planejamento estratégico. Pesquisar e analisar o mercado, a fim de avaliar a atuação da concorrência.

Exigências

  1. Escolaridade Mínima: Ensino Superior
  2. Português (Avançado - Requerido)

Benefícios adicionais

  1. Estacionamento, Vale-transporte

Fonte: jobrapido

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Brasil tenta tornar curso de jornalismo mais prático, mais digital e menos teórico, mas adaptação é lenta e difícil


Campus da Praia Vermelha da UFRJ (By Halley Pacheco de Oliveira (Own work) [CC BY-SA 3.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)], via Wikimedia Commons).

Muitas faculdades de jornalismo no Brasil ainda enfrentam uma série de problemas para reformular seus currículos e, assim, se adaptar às novas diretrizes para o curso, aprovadas em setembro de 2013 pelo Conselho Nacional de Educação, ligado ao Ministério da Educação.
De acordo com a resolução, as universidades tinham dois anos – até 2015 – para se adequar às orientações. No entanto, muitas se atrasaram e outras ainda não conseguiram implementar as mudanças, que visam tornar o currículo mais moderno e próximo das necessidades contemporâneas do jornalismo.  
Leia a íntegra no site Jornalismo nas Américas.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Que tal aprender inglês enquanto estuda jornalismo?


Se você gostou da ideia, participe do curso gratuito “English for Journalism” e aprimore suas habilidades do jornalismo moderno, enquanto estuda inglês. O MOOC (Massive Open Online Course) começa dia 20/02 pelo coursera. Saiba mais por aqui.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Vaga de jornalista em Brasília

Repassando via Jobomas:

Descrição:
Irá atuar com acompanhamento da diretoria em viagens nacionais para cobertura de eventos corporativos ou relacionados, efetuar elaboração e publicação de notas de repúdio, comunicados, avisos em jornais de grande circulação e entre outras atividades.
Qualificação:
Experiência em redação de matérias para site e publicações impressas.
Formação:
Superior completo em Jornalismo.
Local de Trabalho:
Brasília / DF - 1 vaga

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Estágio em social media: Goiânia


Repassando:

Abrimos duas vagas, uma delas com contratação imediata. Quem estiver interessado pode enviar currículo pra contato@cubodeideias.com até amanhã, sexta-feira.

Vaga para social media: Goiânia (GO)

Repassando:

Se você quer conhecer um pouco a nossa história envie seu currículo para: digalogic@gmail.com.


Contratação em regime de CLT.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

domingo, 15 de janeiro de 2017

Vagas para estágio em Goiânia: Editor de imagens

Repassando:

Essencial conhecimento em Photoshop e outras ferramentas na área de edição de imagens.
Estar cursando nível superior na área . Designer , Fotografia ,Cinematografia e outros cursos relacionados.


Oferecemos vale transporte e bolsa auxilio valor 400 R$. 
2 vagas para período matutino das 8:00 as 13:00
4 vagas para período vespertino das 13
:00 as 18:00
(VAGA PUBLICADA 12 DE JANEIRO)



sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Saiu a Pesquisa Brasileira de Mídia 2016, sobre Hábitos de consumo de mídia pela população brasileira.


O acesso é este:

Manual para identificar notícias falsas na internet


Um jornalista consegue descobrir facilmente se uma notícia publicada na internet é verdadeira ou falsa. Mas muitos leitores precisam de uma mãozinha: pensando neles, a equipe do On the Media, programa apresentado por Bob Garfield (que esteve no 11º Congresso da Abraji) montou um pequeno manual, com 11 dicas simples que ajudam a separar o joio do trigo.
O material é o primeiro de uma série de “guias para consumidores de notícias” a ser traduzido para o português.
  1. Sinais de que uma notícia pode ser falsa: manchetes inteiras em LETRA MAIÚSCULA ou fotos obviamente manipuladas.
  2. O site tem muita publicidade, banners ou pop-ups? É um bom sinal de que a notícia pode ser falsa e que foi criada só para atrair internautas para o site.
  3. Verifique o endereço do site. Sites falsos frequentemente adotam nomes parecidos com os de veículos de comunicação reconhecidos.
  4. Se o site for desconhecido, procure informações no link “sobre este site”. Ou faça uma pesquisa no Google, colocando o nome do site e a palavra “falso”.
  5. Clique nos links da matéria. (Notícias falsas ou de baixa qualidade jornalística tendem a remeter para sites similares). E se a matéria não trouxer links, citações ou referências, esse é outro motivo para desconfiar.
  6. Confirme uma notícia improvável procurando por um veículo reconhecido que tenha publicado a mesma informação.
  7. Confira a data original da notícia. Mídias sociais com frequência “ressuscitam” notícias antigas.
  8. Leia além das manchetes. Elas frequentemente têm pouca relação com a matéria.
  9. Fotos podem tanto estar identificadas incorretamente como podem ser antigas. Use um site de busca reversa de imagens, como o Google Imagens, para identificar a publicação original.
  10. Use o seu instinto. Se uma notícia fizer você ficar com muita raiva, ela provavelmente foi construída para gerar essa reação.
  11. Finalmente, se você não tem certeza de que a notícia é verdadeira, não reproduza. Na dúvida, não compartilhe!
Via C-SE

Vaga para assessora de imprensa atuar em formato home office.

Repassando:
Interessados devem enviar currículo ressaltando experiência, contas atendidas e editorias trabalhadas.
O material deve ser enviado pelo WhatsApp (11-99633.6172) ou encaminhado para o e-mail o angela.qcc02@gmail.com.
Via C-SE

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Facebook para Jornalismo: rede social lança projeto para se aproximar da imprensa


Via C-SE
Ciente de que conta com milhões de internautas espalhados pelo mundo que valorizam “compartilhar e discutir ideias e notícias”, o Facebook dá neste início de ano passo que visa estreitar o relacionamento de sua comunidade com a imprensa espalhado em todo o mundo. É o “Projeto Facebook para Jornalismo”, apresentado pela equipe da empresa controlada por Mark Zuckerberg nesta quarta-feira, 11. O objetivo principal do programa será “assegurar que um ecossistema saudável de notícias” ganhe força no ambiente virtual, conforme ressalta a própria rede social.
A companhia americana explica no lançamento que o projeto chega para ser uma via de mão dupla: com profissionais de mídia e empresas do setor levando aprendizado para o time da rede, por exemplo. “Hoje anunciamos um novo programa para estabelecer laços mais fortes entre o Facebook e a indústria jornalística. Nós vamos colaborar com empresas de notícias para desenvolver produtos, aprender com jornalistas quais são as melhores formas para criar parcerias e vamos conversar com publishers e educadores para entender como podemos ajudar as pessoas a se tornarem leitores informados na era digital”, relata a equipe do Facebook.
A rede social informa que o “Projeto Facebook para Jornalismo” com três núcleos principais. O primeiro será voltado à “colaboração no desenvolvimento de novos produtos”. Nessa frente, que envolverá os departamentos de produto e engenharia da companhia norte-americana, serão desenvolvidos processos conjuntos para que, por exemplo, determinadas atividades e inovações dos veículos de comunicação sejam implementadas. Com esse intuito, o setor do programa é subdividido em cinco nichos:
  • Novos formatos para contar histórias = O Facebook dará apoio para os veículos de comunicação criem conteúdos em formatos já existentes – como Live 360 e Instant Articles. A rede social entenderá quais novos modelos podem ser desenvolvidos pela empresa de mídia parceira.
  • Notícias locais = Parte em que a rede social se propõe a promover a mídia independente e/ou que atua com alcance regional. O Facebook revela que essa ideia é “embrionária”, mas que já deseja receber desde já sugestões por parte dos jornalistas e veículos interessados no projeto.
  • Desenvolvendo modelos de negócios = “Vamos continuar trabalhando em opções de monetização para os parceiros, como expandir a inserção de anúncios em transmissões pelo Live para um grupo maior de parceiros e explorar a inserção de anúncios em vídeos gravados”, afirma a equipe da rede social que informa: programa para amplificar o volume de assinaturas do título alemão Bild será iniciado – em versão beta – nos próximos dias.
  • Hackatons = Organização de grandes reuniões que visem identificar quais ações podem ser desenvolvidas por determinada empresa de comunicação. Para isso, o Facebook deixará à disposição dos publishers parceiros seus engenheiros – para que possam comandar as sessões criativas.
  • Continuar a escutar = A rede social enfatiza que seguirá, além de tudo, como ouvinte dos produtores de conteúdo. Com isso, reuniões serão feitas em todos os cantos do planeta, além da manutenção da conferência anual conhecida como F8.
O segundo núcleo do “Facebook para Jornalismo” ganhou o nome de “treinamento e ferramentas para jornalistas”. Como fica explícito na nomenclatura, a divisão cuidará de fornecer cursos e ferramentas para os profissionais que atuam na imprensa. “Iremos expandir esses treinamentos para nove idiomas adicionais, entre eles Português e Espanhol, e vamos ter uma parceria com a Poynter para lançar um currículo certificado para jornalistas nos próximos meses”, informa a companhia, que adianta: a ferramenta Crowdtangle – ferramenta que ajuda editoras a rastrear como seu conteúdo se espalha na web, mensura a performance de matérias nas redes sociais e identifica influenciadores – passa a ser gratuita a partir e agora.
Área que pode ser considera desmembrada do segundo núcleo aqui relatado do novo projeto do Facebook, a terceira divisão foi batizada de “treinamento e ferramentas para todos”. A rede social explica que ao se aproximar dos jornalistas e das empresas de mídia, todas as pessoas presentes no ambiente virtual terão acesso a novos conhecimentos e serviços. Para o público em geral, porém, o foco da companhia tecnológica será voltado ao “discernimento de notícias” e, por outro lado, o “esforço permanente para combater boatos”.
“Isso é apenas o começo de nosso esforço — nós temos muito mais para fazer. O Projeto Facebook para Jornalismo funcionará como o eixo central de nossos esforços para promover e apoiar o jornalismo no Facebook, e iremos disponibilizar atualizações de nossas iniciativas aqui”, finaliza a equipe da empresa de Mark Zuckerberg ao anunciar o seu mais novo trabalho à imprensa e ao mercado.

Jornalista - Brasília


Cargo:Jornalista
Empresa:SOMA Desenvolvimento Humano
País:Brasil
Região/Estado:Distrito Federal
Cidade/Bairro obrigatório:Brasília
Área do cargo:Marketing e Publicidade
Data de publicação:10/01/2017



Rotinas da área.

Escolaridade mínima

Superior Completo

Habilidades esperadas

Formação superior em Jornalismo. Pós graduação desejável, preferencialmente na área. Experiência em redação de matérias para site e publicações impressas; release e entrevistas à imprensa; Acompanhamento da diretoria em viagens nacionais para cobertura de eventos corporativos e/ou relacionados; elaboração e publicação de notas de repúdio, comunicados, avisos em jornais de grande circulação, dentre outros. Domínio avançado do pacote Office. Conhecimento avançado da língua portuguesa.

Remuneração: a combinar

Fonte: Jobomas